quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

                                                Escapada ao Mediterrâneo
                                               Olho o passado tão próximo
                                               Escalada de instantes vividos
                                               Do existente... Do inexistente
                                               De frente contra o inexplicável
                                               Parte de mim, pedaço sem limites
                                               Pensamentos engatando marchas
                                               Dia todo, tarde inteira, noite emoção 
                                               Que desejo é esse de voar micro instante
                                               Você pode voar sem asas... Tudo é possível
                                               Espaço para subir, para deslizar, para avançar
                                               Voo além do Atlântico, distanciando-me da terra
                                               Mediterrâneo de águas azuis passando lá em baixo
                                               Preciso ir ao meio das nuvens... Posso ir mais alto
                                               Penso nisso, faço isso, e toco estrelas nos céus
                                               Momento fantasia das minhas asas de penas azuis
                                               Conexões de nuvens brancas se enovelando no ar
                                               Partícula do pensamento, escapada da imaginação
                                               Na maquina tempo que eu volte a encontrar você
 
                                               Maria José Salles Callado/15.01.11
                                               Foto - MJSC - Espanha / Costa Brava
Share

6 comentários:

Anônimo disse...

Viajar no tempo e poder relembrar momentos de toda sua vida. Encontro com prazeres, emoções, atitudes, o que deveria ou não ser feito e o que provavelmente teria acontecido. Viajar, mesmo que for em pensamento, pra bem longe, em busca do infinito. Adorei Mazé. Estava com saudade das suas poesias.
Beijos, Lê Melges.

Maria José Speglich disse...

Andamuito sumidademeu blog.

Como vai?

Lilian disse...

Querida,

Não há palavras que possam ser ditas, o necessário precisa apenas ser sentido. Então, feche seus olhos. E deixe que desta vez, o seu coração te mostre aonde ir. No caminho novas flores, no coração novas cores e no rosto um sorriso feliz.



Bjs

Anônimo disse...

Dos mares de dos almas que se encontraron en un vuelo a través del universo... el espacio infinito que sólo la emoción tiene lugar... el poder de la vida... del amor...

ISA disse...

... Olá, Mazé!

Linda poesia,... viajar,sonhar,recordar ...
Saudade gigante... Um grande beijo.


ISA.

Anônimo disse...

Q alma mais linda! Q pessoa intença é vc? Amei tudo...Bjos